É muito provável que você já tenha ficado sem sinal de celular. Infelizmente isso acaba acontecendo com muitas pessoas todos os dias. E será que você sabia que isso pode acontecer em qualquer região de qualquer cidade? Isso mesmo, diferente do que muita gente pensa, nem sempre o motivo é geográfico.

GARANTA A MELHOR OPÇÃO DE INTERNET AQUI!

Além de não ser exclusividade de algum local específico, tem mais um detalhe. Por incrível que pareça, também não é exclusividade de alguma operadora. Claro que ser cliente da melhor operadora e ter um bom plano de celular, principalmente de 4G, ajuda bastante. Mas pode ser que, apesar de ter o melhor plano, ainda assim o sinal de celular fique fraco.

Isso acontece porque vários outros fatores podem influenciar a qualidade do sinal. A maioria deles, quando paramos pra pensar por um tempo, é bem simples de entender.

Os 6 fatores que interferem no sinal de celular

Pensando em deixar você por dentro do que acontece, elaboramos uma breve lista. Nela, existem 6 motivos que explicam a falta de sinal de celular. Talvez, conhecendo esses acontecimentos, você consiga evitar alguns deles. E se não conseguir evitar, pelo menos vai entender.

1. Locais fechados

Estar em um lugar fechado, seja ele qual for, já é um fator que diminui a qualidade do sinal. Isso é verdade até mesmo para locais como shopping center, seu trabalho ou sua casa.

Às vezes a perda de sinal não é tão grande e, por isso, não conseguimos perceber. Mas não é porque não percebemos que ela não existe.

Materiais que mais prejudicam sinal de celular

Isso acontece por causa dos materiais que normalmente são utilizados na construção civil. Concreto e aço, por exemplo, estão presentes em quase todas as construções. Esses materiais atrapalham a passagem das ondas de celular. Tijolos e cimento, mesmo não sendo tão fortes quanto concreto e aço, também atrapalham.

Alternativas viáveis para ter sinal de celular

Quando você perceber que está ficando sem sinal, procure uma janela. O vidro é um material que atrapalha muito pouco. Mas claro que se a janela estiver aberta, melhor ainda. Então, se for possível, abra a janela enquanto usa o celular. Assim as ondas de rádio têm mais chance de chegar no seu telefone celular de maneira ideal.

Exemplos de locais problemáticos

Aqui uma breve lista que inclui locais em que você pode sentir dificuldade de ter sinal:

  • Elevadores;
  • Estacionamentos;
  • Subsolos;
  • Porões;
  • Ruas estreitas entre grandes construções;
  • Túneis;
  • Andares baixos de prédios;
  • Salas com funcionamento específico (como laboratórios ou salas de exames médicos que tenham algum tipo de revestimento incomum nas paredes).

2. Mudança de local (movimentação)

Quando as coisas acontecem dentro de condições normais, celulares procuram as redes mais próximas. Eles são programados para fazer isso. Teoricamente assim é bem mais eficiente, por isso é uma decisão proposital fazer as coisas funcionarem desse jeito.

Isso que chamamos de “rede” diz respeito as antenas que estão posicionadas ao nosso redor. Às vezes não nos damos conta, mas cidades são lugares com muitas antenas espalhadas. Uma das funções que as antenas podem ter é a de enviar ondas para sinal de celular.

Normalmente os celulares vão trocando de antena conforme nós vamos nos mexendo. De maneira ideal, não deveríamos perceber e muito menos ficar sem sinal.

Velocidade do movimento

O problema principal acontece quando nos movimentamos em alta velocidade. Seja de moto, de metrô, ou até mesmo dentro de um ônibus ou carro, a velocidade atrapalha o sinal.

Isso acontece porque, dependendo da região, acabamos ficando pouco tempo em cada antena. Por “azar” seu celular vai trocando de antena mais rápido do que estabelece sinal com cada uma delas. Quando a conexão vai se firmar com uma antena, já está na região de se ligar a outra antena. Essa troca faz com que seu celular fique sem sinal e a rede pareça menos estável. E como não temos controle e nem exata noção de quando exatamente essa troca vai acontecer, às vezes ficamos sujeitos a trajetos onde várias trocas podem acabar acontecendo em questão de poucos minutos.

3. Quantidade de usuários conectados ao mesmo tempo

Talvez, caso você já tenha feito uma festinha em casa e as pessoas tenham pedido a senha do seu wi-fi, você tenha percebido que a sua internet fixa começou a ficar com sinal instável.

Não é só nas pequenas redes que a quantidade de pessoas interfere na qualidade no sinal de celular. Nas grandes redes isso também acontece. Assim como na rede domiciliar da sua família, as antenas de celular também têm limite. Isso quer dizer que se muitos usuários se conectarem, o sinal de celular de todos vai ficar pior.

Locais onde pode ser normal ficar sem sinal de internet

Preparamos uma pequena lista de locais onde você pode esperar ter problemas de rede. Então se seu sinal enfraquecer em lugares assim, entenda que pode ser pelas circunstâncias e não pela operadora.

  • Festivais de música;
  • Estádios de futebol;
  • Quadras de outros esportes;
  • Shows;
  • Espetáculos de teatro;
  • Shopping center;
  • Aeroportos;
  • Rodoviárias;
  • Terminais de ônibus;
  • Comícios;
  • Palestras;
  • Eventos culturais em geral com grande reunião de pessoas.

4. Fatores geográficos – morros e relevo em geral

As antenas emitem o sinal em forma de ondas. Essas ondas viajam das antenas até chegarem nos aparelhos de telefone celular. Mas tem um detalhe: elas viajam em linha reta! Ou seja, por não fazerem curva, o revelo pode acabar prejudicando o sinal.

Morros, montanhas, vales, etc – todo tipo de variação de relevo pode ser capaz de atrapalhar o sinal de celular. Às vezes, dependendo da formação, pode ser que o sinal seja completamente bloqueado. Outras vezes, pode ser que o sinal fique apenas um pouco mais fraco.

Além de depender do relevo, isso também depende do posicionamento das antenas. Então pode acontecer de cidades que têm relevo parecido acabem tendo bastante diferença na qualidade do sinal, justamente por isso.

5. Condições climáticas

Como você já deve ter entendido, o sinal de celular viaja das antenas para os aparelhos através do ar.

Mas será que isso significa que o que interfere nas condições do ar, também pode interferir no sinal de celular? Sim, significa. Pode e provavelmente vai interferir.

Tempestades podem prejudicar bastante as condições de propagação do sinal de celular. Se for com chuva forte, atrapalha mais. E se tiver raios e trovões? Como se pode imaginar, atrapalha muito mais! O clima ideal para a propagação do sinal é em dias de sol ou nublados e sem vento.

Vale lembrar que não só as particulas de água atrapalham a transmissão. Isso significa que além da chuva, outros fatores também podem diminuir a estabilidade do seu sinal. Ventos fortes em lugares com areia podem fazer tempestades que levantam grãos que também vão atrapalhar. Além disso, incêndios também tem uma grande chance de inviabilizar o uso da rede. Isso por causa da fumaça que deriva das queimadas.

6. Distância entre o usuário e a torre de celular

As ondas de rádio são emitidas pelas antenas de celular e viajam em linha reta através do ar. E se fatores como chuva, relevo e construções podem afetar o sinal, é natural pensar que a distância também pode.

Quem pensa assim está absolutamente correto. O ideal é que a distância entre um usuário e a antena em que ele se conecta seja de no máximo 35 quilômetros. A antena até é capaz de alcançar um pouco mais, especialmente se as condições geográficas e climáticas forem favoráveis, mas depois dessa distância a qualidade começa a diminuir de maneira mais significativa.

Por causa disso, as operadoras espalham antenas pelas cidades. Várias antenas são necessárias para garantir o sinal de qualidade, especialmente em cidades grandes.

Ter muitas antenas localizadas ao longo de rodovias e em pontos estratégicos das cidades são pontos fundamentais. Assim é possível garantir que os usuários esterão sempre dentro da área de cobertura da operadora.

GARANTA A MELHOR OPÇÃO DE PLANOS DE CELULAR AQUI!

Esperamos que essa lista tenha ajudado você a entender o que acontece para que você fique sem sinal de celular. Se você conseguir construir sua rotina evitando esse tipo de evento, melhor.
Para seguir se informando sobre o universo de telecomunicação e outras tecnologias, continue acompanhando nosso blog!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui