É fato que muitas invenções foram extremamente importantes para a humanidade. Mas a melhor invenção pra maioria das pessoas foi o celular.

GARANTA A MELHOR OPÇÃO DE PLANOS DE CELULAR AQUI!

Por que o celular é a melhor invenção?

São pelo menos quatro aspectos importantes que fazem com que o celular seja considerado a melhor invenção.

Todo mundo tem

Um dos grandes motivos para essa classificação é o impressionante nível de democratização que o celular atingiu. É praticamente impossível imaginar uma pessoa que não tenha um telefone celular no nosso país.

Por isso, olhando por esse ponto de vista, é difícil pensar em outra invenção que foi difundida com tanto sucesso.

A melhor invenção cabe em todos os bolsos

Um dos principais fatores para que acontecesse a democratização dos celulares que mencionamos é financeiro.

Hoje no mercado existem centenas de aparelhos diferentes a disposição do público. Todos os anos novos aparelhos são lançados. Ou seja, todos os anos aumenta a quantidade de aparelhos possíveis.

Isso faz com que muita gente venda seus celulares para comprar novos, e esse giro diminui os preços dos aparelhos. As lojas, que não querem ficar com aparelhos parados, também diminuem o preço dos aparelhos do estoque.

Assim, com essa dinâmica de precificação, todo mundo consegue pagar por um celular, mesmo que seja do mais simples.

Mudança na sociedade

Outro fator determinante para essa escolha é a mudança social dos últimos anos. Hoje nós simplesmente assumimos que todas as pessoas vão ter um telefone celular.

Essa “garantia” é tanto no aspecto pessoal quanto no profissional. É como se não fizesse muito sentido existir uma pessoa que não tenha ou não saiba usar um celular. E pensando bem, realmente não faz sentido.

Funcionalidades da melhor invenção

Outro critério que poderia ser utilizado é sua variedade de funções.

Hoje em dia os celulares são capazes de realizar as mais diferentes façanhas. Um jeito curioso de olhar pra esse fato é pensar na quantidade de aparelhos diferentes que um simples celular consegue substituir.

Isso que todos carregamos no bolso hoje, representa a união de muitos utilitários diferentes. Esses objetos e suas variadas funções foram sendo assimilados pela existência dos celulares. E é exatamente sobre isso que vamos falar hoje.

A melhor invenção é um conjunto de invenções

Como acabamos de mencionar, o celular é um grande agrupador de utilitários. Às vezes esquecemos que em um simples celular estão presentes tantas ferramentas assim. E essas ferramentas realmente estavam presentes na casa das famílias antes dos celulares serem inventados.

Agora vamos fazer uma lista reunindo essas coisas que os celulares ajudaram a deixar pra trás com o tempo.

Bloco de notas

Atualmente quase todo celular vem com um aplicativo que serve como bloco de notas. Antigamente os blocos de notas eram blocos de papel que ocupavam espaço em bolsas e mochilas. Além do bloco, era importante ter uma caneta por perto para garantir que a anotação seria feita com sucesso.

Além de não ocuparem mais espaço físico, os blocos de notas virtuais economizam papel e permitem um armazenamento quase infinito. Outras possibilidades interessantes são a inclusão de fotos e links nas anotações.

Bússola

Tudo bem, nós vamos admitir que nem todo mundo tinha uma bússola em casa. Mas mesmo assim era um item que despertava interesse e curiosidade.

Em tempos sem celular, também não era fácil ter um mapa digital confiável. As bússolas eram úteis para viagens de carro, e também para orientar pessoas em trilhas, acampamentos, pescarias e outras atividades ao ar livre.

GPS

Ao falar de bússolas é natural lembrar dos aparelhos de GPS. Eles orientavam os motoristas nas viagens de carro por lugares desconhecidos.

Vale lembrar que aparelhos de GPS eram desconfortavelmente grandes. Era um pouco chato ficar andando com GPS no carro o tempo todo. Além disso, eles não eram aparelhos baratos. A barreira de preço fazia com que apenas as pessoas com melhores condições financeiras conseguissem ter um.

Mapas

Terminando o assunto “navegação”, temos que falar dos mapas. Antigamente existiam dois principais jeitos de mapa: dobráveis e livros.

Os mapas dobráveis eram mais usados por viajantes. Eles mostravam as principais avenidas que eram usadas para viajar entre cidades e estados. Esses mapas eram menos detalhados, mas um pouco mais práticos para levar no carro.

Já os mapas em livro eram super detalhados – normalmente era um livro por cidade. Cada livro de cidade era dividido em regiões e bairros, sendo possível encontrar até mesmo ruas pequenas e pouco relevantes.

Agenda de contatos

Muita gente pode não lembrar, especialmente os mais novos, mas antigamente as pessoas tinham agendas de contatos.

Essas agendas eram pequenos cadernos que costumavam ficar em algum lugar perto do telefone fixo. Eles eram divididos em ordem alfabética, naturalmente, e ajudavam as pessoas a “lembrar” dos números.

Como a agenda ficava em casa, para muita gente era normal anotar o telefone das pessoas e estabelecimentos na mão. Depois, ao chegar em casa, o número era anotado na agenda.

Telefone fixo

É impossível falar da agenda de contatos sem falar no telefone fixo.

Mas vale lembrar que, diferente da agenda, o telefone fixo não foi completamente deixado de lado. Muita gente ainda tem telefone fixo em casa porque, acredite ou não, ainda vale a pena!

Lanterna

A lanterna foi incorporada aos celulares com uma naturalidade que a gente quase esquece das lanternas antigas.

Em outros tempos lanternas eram objetos grandes, pesados e que consumiam muita energia. Por isso, a maioria tinha um grande espaço para colocar várias pilhas.

Hoje o que os aplicativos de lanterna fazem é ativar o brilho máximo do flash da câmera. Simples, não é?

Câmeras

Por falar em câmeras, elas também foram deixadas de lado.

Hoje em dia só tem uma câmera quem é profissional de alguma área que tenha necessidade de fotos boas. Além dos profissionais, alguns entusiastas com hobbies particulares também compram câmeras de qualidade.

Mas aquelas câmeras normais, pequenas, que as pessoas costumavam pendurar no pescoço ou no pulso, já praticamente não existem mais.

As câmeras dos celulares hoje são excelentes – tanto as frontais quanto as traseiras. Inclusive, nos últimos anos começaram a surgir celulares com múltiplas lentes. Esse recurso melhora a qualidade das imagens diversificando as condições de fotografar (de longe, no escuro, de perto, etc).

Album de fotos

Impossível mencionar a câmera sem falar do album.

Através do celular você pode acessar praticamente todas as suas fotos. Seja as que estão ali armazenadas no aparelho, seja as que estão na nuvem. Tudo com facilidade e praticidade.

Gravadores de voz

Antigamente os gravadores eram instrumentos de trabalho. Jornalistas, advogados, policiais e pesquisadores usavam para suas entrevistas. Eles necessitavam de pilha e também de fita onde armazenavam os dados.

Hoje qualquer celular tem um gravador, que pode ser facilmente usado em diversas situações. Os arquivos de áudio podem ser enviados para outras pessoas (ou para a nuvem) de forma prática e rápida.

Calculadoras

Muito presente em bolsas e mochilas até a década de 90, as calculadoras praticamente deixaram de ser carregadas por aí. A maioria das que ainda existem estão em estabelecimentos comerciais.

Até mesmo as calculadoras financeiras ou científicas, muito usadas em cursos de engenharia, perderam espaço. Os aplicativos de calculadora oferecem diversas funções diferentes e atendem todas as necessidades.

Relógios

Os relógios, que já dominaram os pulsos das pessoas, passaram um tempo sem espaço. Recentemente eles tem ganhado espaço, mas é só por uma questão de moda mesmo.

A maioria das pessoas ainda usa o celular para ver as horas. Especialmente pela facilidade de poder fazer isso com a tela bloqueada.

Vale mencionar que um novo movimento de ressurgimento de relógios está acontecendo. Os smartwatches estão começando a ficar conhecidos e fazem praticamente o caminho contrário. Eles concentram funcionalidades do celular de maneira adaptada para se usar em um relógio.

E para quem por algum motivo ainda precisa de cronômetro, os aplicativos de relógio também funcionam.

Despertadores

Aqueles objetos pesados e nem sempre bonitos que ficavam nos quartos também já quase não existem mais.

O despertador do celular oferece a possibilidade de programar vários horários. Além disso, vale mencionar a opção “soneca” e a possibilidade de programar sons diferentes.

Videogames portáteis

Todo celular que é um pouco mais novo pode servir como videogame. As lojas de aplicativos tem um catálogo enorme, incluindo diversos jogos grátis. A facilidade para instalar jogos é um atrativo incrível, sem contar a possibilidade de ter vários jogos diferentes.

O sucesso dos games mobile é tão grande que transformou pessoas que não jogavam (e que nunca teriam um videogame portátil) em jogadores que se divertem diariamente.

Tocador de música

Podemos fazer referência ao walkman, ao discman ou ao mp3 player, tanto faz. O celular chegou para ocupar esse espaço de tocar música e é praticamente imbatível nesse sentido.

Além das músicas, podcasts e audiobooks também são outras ferramentas auditivas úteis de um celular.

É ou não é a melhor invenção?

E aí, você ainda tem dúvidas sobre qual a melhor invenção de todos os tempos? Será que existe alguma mais acessível e mais prática que o celular? Nós achamos que não.

Não esqueça que para baixar e usar a maior parte dos aplicativos é preciso ter um bom plano de internet móvel. De preferência algum com ultravelocidade.

CONTRATE AGORA O MELHOR PLANO DE CELULAR! CLIQUE AQUI!

Esperamos que você tenha lembrado o quão útil seu celular pode ser. Para seguir bem informado sobre o universo tecnológico, continue acompanhando nosso blog!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui