A TV oferece programas com diversos conteúdos, que nem sempre são adequados para crianças e, por isso, o controle dos pais precisa ser utilizado.

Neste artigo, você verá como e por que monitorar a TV dos pequenos, não só para evitar acesso a programas inadequados, mas também por vários outros fatores. A Claro oferece vários mecanismos para manter a sua família sempre em segurança, confira nossos combos.

E isso se estende para outros dispositivos, como smartphones, notebooks e tablets, que também possuem extensão de programas de TV.

CLIQUE AQUI E APROVEITE NOSSAS OFERTAS PARA PLANOS DE INTERNET

Isso graças à tecnologia, que permite acesso a uma infinidade de conteúdos, mas que, para as crianças, precisam ser dosados, tornando-a uma aliada e não inimiga.

Por que monitorar?

Um estudo feito pela Universidade de Otago, na Nova Zelândia, revelou que crianças que passam muito tempo em frente à TV podem sofrer dificuldades de concentração.

Essa declaração do diretor do estudo, Bob Hancox, afirma que a dificuldade pode vir durante a adolescência, resultando na falta de concentração para estudar, por exemplo.

Publicado na revista Pediatrics, crianças que assistem até 2 horas diárias de televisão não correm o risco de desenvolver essa falta de atenção e até mesmo o sedentarismo.

Causas que podem acontecer quando elas veem uma média de 4 horas diárias, incluindo possibilidades de doenças respiratórias, como a asma.

Ou seja, é necessário ter bom senso no monitoramento dessa atividade, incentivando a realização de outras ao ar livre e que permitam a socialização com outras crianças.

Como monitorar?

A falta de tempo faz com que os pais permitam que seus filhos fiquem horas em frente à TV, para “deixá-los quietos”.

É também uma forma de saber que os pequenos estão “seguros” e, assim, ter mais tranquilidade para realizar atividades que exigem foco.

Entendendo que esse tempo excessivo na frente da TV pode ser prejudicial, vale dar atenção a jogos educativos e reservar um tempo para acompanhá-los em atividades extras.

Monitorar o ato de ver TV pode contribuir no entendimento de que ela pode, sim, ser uma diversão. Mas não o tempo todo.

Dicas para ter uma relação saudável com a TV

1 – Estabeleça o limite de tempo

Como falado acima, o tempo ideal para uma criança assistir TV é por até 2 horas diárias. Podendo, inclusive, ser compartilhado com o uso do computador e videogame.

Uma excelente forma de evitar brigas é mostrar para a criança que há outras atividades que ela pode fazer durante o dia, quando fora da escola e também após o dever de casa.

Assim, veja o catálogo da programação da sua TV junto com seu filho ou filha e pergunte qual o programa quer ver. Decidam o horário, informe e deixe combinado.

É uma forma de ter um diálogo honesto e saudável, já que crianças são muito inteligentes e entendem um assunto, quando bem explicado.

2 – Qualidade versus quantidade

Duas horas podem parecer pouco tempo. Mas, no tempo da TV, é o suficiente para assistir a vários programas.

Assim, busque aquelas atrações que vão contribuir com a educação e o conhecimento da criança, intercalando com desenhos e filmes, por exemplo.

Vale ter atenção para programas que, de fato, eles possam entender, pois muitas atraões com classificação livre podem ter uma linguagem difícil ou inapropriada para a criança.

3 – Assista junto

Uma excelente forma de saber se a criança está ou não compreendendo o conteúdo exibido é assistir junto com ela, sempre que possível.

Faça perguntas sobre o que está sendo mostrado, tire dúvidas, acrescente informação. Se envolver é um ótimo método para estimular a habilidade do pensamento crítico.

Dessa forma, se o tempo for curto, vale entender a sua agenda e combinar um horário, tornando esta ação um momento familiar que tem hora marcada para acabar.

4 – Não deixe a TV ligada à toa

Mais do que ligada à toa, fazendo barulho, sem ninguém prestando a atenção, é algo que adultos também fazem muito. Você já percebeu?

Para as crianças, isso pode distraí-las negativamente enquanto realizam alguma outra atividade, seja uma brincadeira educativa, seja a tarefa da escola.

Uma boa solução é colocar uma música apropriada, que estimule a concentração ou, até mesmo, silêncio total, o que pode contribuir ainda mais para o processo criativo.

5 – Explique suas preocupações

Simplesmente desligar a TV, proibir o videogame, esconder o tablet, smartphone e qualquer outro dispositivo, não é uma boa ideia.

Sente com o seu filho ou filha e explique, de forma simples e clara, porque você limita o tempo de uso da TV, quais canais vai assistir e outras questões.

Informe que existem conteúdos que são prejudiciais, inadequados e que não acrescentam em nada, mostrando outros que são interessantes e do qual se pode tirar proveito.

Educação, informação e diálogo são excelentes ferramentas que permitem esse entendimento, algo que a ação autoritária não traz.

6 – Aconselhe sobre segurança na internet

Hoje em dia, a TV também pode ser assistida pela internet, que tem seus programas veiculados em plataformas de streaming.

Assim, os pequenos podem usar vários dispositivos para acessar essa funcionalidade, mas também podem desviar do objetivo e navegar na internet.

Então, explique qual a melhor forma de usá-la, a fim de evitar possíveis problemas, não compartilhando dados pessoais, senhas e a sempre perguntar quando tiver dúvidas.

Mas vá devagar, pois eles já cresceram nessa era digital e, diferente de nós, têm outra visão do que é a internet, já que ela serve para se fazer de tudo, em poucos cliques.

7 – Use o serviço de Controle dos Pais

Todas as operadoras de TV oferecem esse serviço que, com configurações próprias, permitem o bloqueio de programas e canais.

Controle dos Pais Claro TV

O controle dos pais da Claro TV é uma forma de fazer escolhas inteligentes nesse contexto, principalmente se você gostou de todas as dicas aqui explicadas.

Crianças são curiosas e nem sempre 100% obedientes. E isso é normal nesta etapa de desenvolvimento. Assim, vale garantir que a sua conversa com a criança será muito bem compreendida.

Para evitar que seu filho ou filha assista a algum programa que não seja adequado, o Controle dos Pais Claro TV oferece dois tipos de bloqueio:

  • Bloqueio por idade 

Sabe quando algum programa começa e, no lado inferior esquerdo, aparece a classificação indicativa? Se é livre, a partir de 10, 12, 14, 16 ou 18 anos?

Essa função permite a você decidir quais as classificações de programas seu filho poderá assistir, ficando liberadas para transmissão.

  • Bloqueio por canal na TV

Nesta função você escolhe quais os canais deseja bloquear totalmente, obviamente, ficando liberados os não bloqueados.

Ambos os bloqueios são feitos por senha que, por padrão, vem com “0000”, mas que você poderá trocá-la, garantindo que seu controle seja efetivo.

Para saber mais sobre esse serviço, você pode acessar o site da operadora, ver mais detalhes e outros serviços dos planos de TV Claro.

Leia também: Central de atendimento Claro: fale com a operadora.

Considerações finais

Controlar toda uma geração que já nasce e cresce em meio à tecnologia não é algo fácil, uma vez que é natural para todos eles.

Diferente dessa geração – de pais – que já se habituou com ela, mas tem ressalvas, para essas crianças e jovens, é um mundo sem fronteiras.

Por proporcionar acesso à conteúdos dos mais diversos tipos, a curiosidade fala mais alto, fazendo com que a conectividade seja constante.

Seja acessando plataformas de streamings, jogando, ou assistindo TV, o excesso de foco nessas atividades pode contribuir para problemas futuros.

Sedentarismo, problemas respiratórios e falta de concentração são alguns problemas, de acordo com o estudo mostrado aqui.

Assim, é necessário que haja um controle dos pais, tanto para evitar esses problemas, como para monitorar as demais atividades das crianças.

Promover passeios e atividades fora de casa, que permitam a socialização, mostrar jogos educativos e limitar o tempo e conteúdo que veem na TV podem ajudar muito a tornar esses dispositivos tecnológicos aliados e não inimigos.

Para se certificar de que não haverá erro, o serviço de controle dos pais, também oferecido pela Claro, se torna uma ajuda e tanto.

Permitindo o bloqueio por senha de canais ou programas por idade, pode deixar você mais tranquilo.

Clique aqui e acesse o site Claro Combo Mais. Veja mais detalhes sobre esse serviço, tire dúvidas e adquira um combo de TV por assinatura.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui